Câmara edita portaria que restringe a presença de público nas sessões ordinárias devido a pandemia

por adm publicado 19/03/2021 14h38, última modificação 19/03/2021 14h38

Na última quarta-feira (17), o presidente da Casa Legislativa de Joaquim Gomes, publicou uma portaria que restringe o acesso ao plenário da câmara para o público. O objetivo da portaria é evitar a aglomeração e consequentemente o contágio com o Coronavírus.

 

O presidente da Câmara, vereador Ednaldo Antônio usou como base o novo decreto estadual que entra em vigor nesta sexta-feira (19), quando o estado passa para a fase vermelha e aponta toque de recolher a partir das 21h em todos os municípios. O vereador reforça em sua portaria que, é preciso os cuidados mínimos para evitar a contaminação pelo vírus causador da Covid-19 e que a câmara está trabalhando e mesmo seguindo os protocolos de segurança sanitária, a medida visa endurecer ainda mais as regras de distanciamento social.

 

Ele lembra que, a transmissão da sessão ocorre via internet e que, somente será permitido o acesso de servidores, , assessores, imprensa local, vereadores e vereadoras.

 

Na portaria fica ainda determinado que os trabalhos dos servidores da Casa preferencialmente devem ocorrer de modo remoto, mantendo-se o mesmo horário de expediente, isso pelos próximos 14 dias a contar do dia 17 de março.

 

Sobre as reuniões ordinárias ficam mantidas de forma presencial, bem como as reuniões das comissões, devendo as mesmas serem realizadas com o número mínimo de servidores. Em caso de agravamento da situação, as sessões passarão a acontecer de forma remota.